Analíse do sector Metalúrgico e Metalomecânico em Portugal

Home   /   Indústria   /   Analíse do sector Metalúrgico e Metalomecânico em Portugal
analise sector Metalúrgico e Metalomecânico em Portugal

 

Nos últimos anos a Europa tem sido alvo de um crescimento contínuo ao nível da globalização devido a alguns fatores nomeadamente os avanços tecnológicos, a libertação do comércio da União Europeia e a redução dos custos logísticos.

Este processo provocou o aumento da concorrência e a criação de incentivos económicos o que provocou o aumento da capacidade produtiva permitindo assim o acesso dos consumidores europeus a produtos mais competitivos.

O contacto com os mercados internacionais gera novos processos de aprendizagem e contribui para o crescimento económico uma vez que potencializa uma maior troca de ideias.

 

 

O sector Metalúrgico e Metalomecânico em Portugal

O sector da Metalurgia e Metalomecânica é um dos principais sectores de atividade da economia portuguesa. De acordo com o presidente da Associação dos Industriais Metalúrgicos e Metalomecânicos e Afins de Portugal, AIMMAP, a sua importância deve-se ao facto de ser um sector que cria emprego, gera investimento e contribui com parte fundamental das exportações portuguesas.

Este setor carateriza-se ainda pela grande versatilidade, qualidade e pela diversidade de bens produzidos que compreende, desde bens destinados a atividades industriais incluídas no setor e fora dele, até um conjunto diverso de bens destinado ao mercado de bens de consumo.

 

 

O sector com mais exportações

Segundo o primeiro ministro, António Costa, o setor metalúrgico e metalomecânico é estratégico para a economia nacional. Representando em 2019 mais de um terço das exportações.

A indústria transformadora portuguesa fechou o ano a crescer. As vendas para a União Europeia cresceram mais de 8% relativamente ao ano anterior. Dentro da UE os países para quem Portugal mais exporta são a França, Espanha, Itália, e Alemanha verificando em todos eles um aumento no crescimento.

No que diz respeito aos mercados extracomunitários, e em especial na China e nos EUA, o sector foi mais penalizado graças aos efeitos da guerra comercial declarada pelos Estados Unidos à China. No Canadá por exemplo a situação é totalmente diferente as exportações nacionais para o país triplicaram.

 

 

A Pipe Masters aposta em mercados internacionais!

A Pipe Masters implementou uma estratégia que lhe permitiu competir a nível global. Esta estratégia passou pela aposta na qualificação dos recursos humanos, na inovação, e no desenvolvimento. Assim foram criadas as condições que permitiram a entrada em mercados internacionais com uma reputação de grande qualidade. Paralelamente a isso, foram definidos ainda os pontos fortes da empresa, os quais são a capacidade de produção, a versatilidade e a rapidez de resposta.

Com esta estratégia, a Pipe Masters conseguiu posicionar a marca nos mercados internacionais e atualmente participa em vários projetos fora do país.

 

Conheça alguns projetos em que a equipa Pipe Masters participou. Faça download dos Casos de Sucesso Pipe Masters e descubra ao pormenor os casos das empresas RADAG, COSMO e UNICER e os seus testemunhos.

 

DOWNLOAD EBOOK

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *