Barragem de Ingula: Mais um projeto internacional da Pipe Masters!

Home   /   Projetos   /   Barragem de Ingula: Mais um projeto internacional da Pipe Masters!
dam

A barragem de Ingula, na África do Sul, é um dos projetos internacionais em que a Pipe Masters esteve envolvida. Situada na fronteira entre as províncias de KwaZulu Natal e Free State, esta central hidroelétrica é um exemplo de como a construção de uma barragem pode ter uma preocupação ecológica.

A central foi contruída num local húmido, onde existe um importante ecossistema. Este inclui uma enorme variedade de plantas, pastagens indígenas, aves (algumas em risco de extinção) e mamíferos. Desde o início do projeto, houve uma preocupação constante com a proteção e manutenção deste ecossistema.

 

A maior central hidroelétrica de armazenamento bombeado em África

A barragem de Ingula funciona num esquema de armazenamento bombeado (Pumped Storage Scheme). Até ao momento, é a maior do género no continente africano.

Neste tipo de barragens, existem dois reservatórios de água: um superior e um inferior. No caso de Ingula, a ligação entre ambos é feita por túneis hídricos com 4,6 km de extensão. No reservatório superior é efetuada a produção de energia elétrica. No final deste processo, a água não é enviada para o rio. Pelo contrário, é reservada no depósito inferior. Sempre que há necessidade de produzir mais energia, é efetuado o reenvio para o superior, graças à utilização de uma turbina reversível.

Com este esquema, torna-se possível reaproveitar a água. Este fator é essencial, sobretudo nas alturas em que existe pouca água disponível na barragem. Isto porque permite criar um ciclo de produção de energia quase interminável.

 

O papel da Pipe Masters na construção da barragem de Ingula

A participação da Pipe Masters na construção da barragem de Ingula resulta da colaboração com o parceiro internacional Voith Hydro. Enquanto empresa especializada na área de metalomecânica, responsabilizou-se pela montagem e pré-fabricação de tubagens. Produziu, igualmente, diversas estruturas metálicas.

O conhecimento e experiência na vertente de soldadura proporcionaram, não só celeridade, como também qualidade ao processo de criação e montagem dos diversos materiais necessários para a obra.

Durante os meses em que esteve envolvida, a Pipe Masters efetuou, ao mesmo tempo, vários tipos de intervenções em diversos setores da central. Rui Silva, responsável pela Supervisão de Projeto e Acompanhamento de Obra, destaca alguns exemplos:

  • Na rede de arrefecedores de geradores, criou tubos em aço inoxidável com diâmetros desde 8 até ½ polegadas;
  • Na rede de incêndios e arrefecedores (chillers), produziu tubagem em aço de carbono com diâmetros desde 4 até ½ polegadas;
  • Criou tubos em alumínio (condutores que ligam o gerador ao transformador – Bus Duct), com diâmetros de 400 mm para as linhas condutoras e de 900 mm para o tubo exterior (enclosure).

Além da produção e montagem destes materiais, a Pipe Masters prestou ainda todo o apoio técnico e logístico ao parceiro e cliente Voith Hydro.

 

Gostaria de conhecer outros trabalhos em que estivemos envolvidos? Faça o download gratuito do nosso ebook, no qual explicamos detalhadamente o planeamento, montagem e execução de projetos para os clientes RADAG, COSMO e UNICER! 

 

CONHECER PROJETOS

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *